Como abrir uma empresa

Conheça as vantagens de ter uma empresa
Você ainda não abriu sua empresa? Não perca tempo! Isso não é um bicho de sete cabeças e você desfruta de uma série de benefícios.

• Você pode crescer com tranquilidade, estando 100% aderente à legislação

• Você pode emitir notas fiscais

• Você tem a possibilidade de obter linhas de crédito em bancos

• Você pode obter benefícios previdenciários do INSS (no caso de Microempreendedor Individual -MEI)

• Você pode emitir nota fiscal de serviços para receber o pagamento de bônus como Executivo de vendas, sem descontos

Veja qual o tipo de empresa é a mais adequada para você

Para ser um Ponto de Apoio Amakha Paris, você deve ter uma empresa que se encaixa em uma das seguintes categorias abaixo. As categorias variam de acordo com o seu faturamento anual e a quantidade de sócios.

Qual o CNAE minha empresa deve ter

Para trabalhar com os produtos Amakha Paris, sua empresa deverá ter os seguintes CNAEs.
Para faturamento de Produtos

• CNAE 4772-5/00 - Comércio varejista de produtos de perfumaria
Para faturamento de serviços (para receber o pagamento de bônus)

• CNAE 7319-0/02 – Promoção de vendas


Saiba mais sobre como se tornar MEI

Abaixo disponibilizamos acesso a vídeos do SEBRAE com informações e dicas sobre o MEI. Veja como é fácil e vantajoso se formalizar.

Perguntas frequentes sobre o MEI

1O que é MEI?
O MEI é um microempreendedor individual que fatura até R$81 mil ao ano.
Este modelo de empresa tem como obrigação o pagamento mensal de tributos através do DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional) e a realização da Declaração Anual até 31 de Maio de cada ano.
2Quais são as obrigações do MEI?
Assim como qualquer empresa, o MEI possui obrigações que devem ser cumpridas para que sua empresa possa progredir. O Microempreendedor Individual possui como obrigações principais: o envio da Declaração Anual e o pagamento mensal do DAS.
3O MEI tem contrato social?
Diferente das micro e pequenas empresas, o MEI não possui Contrato Social. Mas ele pode utilizar o CCMEI (Certificado do MEI) para comprovar sua inscrição. Neste certificado constam os seguintes dados: dados gerais do empresário, nome da empresa, nome fantasia, número do CNPJ, relação de atividades da empresa e o NIRE (número de inscrição na Junta Comercial).
4Quem tiver débitos pode ser MEI?
Os débitos do CPF não impedem que a pessoa física se inscreva para o MEI.
5Quem não pode ser MEI?
Se você é pensionista, aposentado (a) e Servidor Público Federal em atividade, estrangeiro com visto provisório, possui ou participa de sociedade em outra empresa, não poderá ser um MEI. Observação: Se você é servidor do estado ou município é preciso verificar a legislação do órgão.
6Quais documentos o MEI possui?
Ao abrir o MEI, será gerado um documento chamado CCMEI (Certificado da Condição do Microempreendedor Individual), esse documento contém todas as informações da sua empresa e deve ser guardado para eventuais consultas. O CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica) estará de disponível e sempre poderá ser consultado pelo site da Receita Federal. Após a abertura do CNPJ, o MEI deve adquirir a Inscrição Municipal (CCM) e verificar na Secretaria da Fazenda do seu Estado se existe a necessidade de fazer sua Inscrição Estadual.
7O que muda quando eu abrir um MEI?dual.
Como MEI você pagará impostos mensalmente e seu valor - entre R$48 e R$53 - varia conforme o setor de atuação da sua empresa. Além do pagamento de impostos, o MEI também deverá realizar a entrega da Declaração Anual, um documento que comprova o faturamento ou não faturamento que o MEI obteve.
8Tenho um trabalho CLT, também posso ser MEI?
Pode, sim. Porém, ao abrir um MEI, o funcionário CLT perde o direito ao Seguro Desemprego, por exemplo.
9O MEI deve pagar impostos (DAS) mesmo quando não possuir faturamento?
Sim, o pagamento dos impostos é obrigatório mesmo se sua empresa não tiver receita.
10Como sei qual é o meu limite de faturamento?
O limite de faturamento do MEI é de R$81 mil por ano. Porém, esse limite é válido para empresas abertas desde janeiro ou constituídos em anos anteriores. Caso você tenha aberto sua empresa este ano, o limite de faturamento é proporcional ao tempo em que ela esteve aberta. Exemplo: A média mensal de faturamento do MEI é de R$6.750,00.

Uma empresa aberta em março, terá 10 meses de operação no ano (março a dezembro). Deve-se então multiplicar a média mensal pelo número de meses que a empresa esteve ativa. Nesse caso (10 x R$6.750,00), o limite de faturamento seria R$ 6.750,00.
11O que acontece se minha empresa (MEI) faturar um valor maior que R$81 mil por ano?
Ultrapassando o faturamento anual de R$81 mil (ou o limite proporcional à data de abertura da empresa), o MEI será desenquadrado e deverá formalizar a empresa como ME (microempresa) em janeiro do ano seguinte. Dependendo do valor ultrapassado, o MEI deverá pagar impostos ou sobre o valor excedido, ou sobre todo o valor faturado no ano excedido.
12O que é DAS?
DAS é o Documento de Arrecadação do Simples Nacional, uma guia que deve ser paga mensalmente por empresas optantes pelo Regime do Simples Nacional. No caso do MEI, a guia tem valor fixo que varia entre R$48 e R$53. Dentro deste valor, estão inclusos todos os impostos e contribuições da empresa, inclusive o INSS.